O que comer na Disney – Disney’s Animal Kingdom

Quando a gente planeja uma viagem para a Disney, uma das grandes dúvidas é onde (e o quê) comer por lá. Apesar da fama, nem a Disney, nem os EUA são feitos só de hambúrguer e batata frita. Dá para comer bem por lá sem pagar (muito) caro por isso se você souber onde ir e o que pedir. Para ajudar, nós vamos dar um tour pelos parques e hotéis da Disney, dando algumas dicas de lugares para ir, sugestões do que pedir, etc.
O primeiro parque dessa série vai ser o meu parque do coração, já que foi o primeiro lugar da Disney onde eu trabalhei, muuuito tempo atrás, vendendo sorvete! 🙂 Vamos lá?

Antes, uma pequena recapitulação sobre os tipos de serviço:
  • Quick Service (Serviço de Balcão): É como a Disney chama os restaurantes de serviço rápido, do tipo que você vai no caixa, faz o seu pedido, recebe sua bandeja e acha uma mesa para se sentar e comer. Sem garçom. 
  • Table Service (Serviço de Mesa): Restaurantes em que você senta e um garçom lhe atende, a la carte, tipo buffet ou family style (estilo “em família”: a comida é servida no centro da mesa e reposta conforme necessário, tipo as nossas galeterias). Na Disney, é altamente recomendável que você faça reserva nesse tipo de restaurante, com antecedência.
  • Snacks: Lanches. Sorvete, pipoca, salgadinhos, algodão doce, etc.

E alguns detalhes:

  • Os preços para crianças se referem à crianças entre 3 e 9 anos, crianças menores de 3 anos não pagam e podem dividir a comida com os adultos, se for o caso. Maiores de 10 anos são considerados adultos.
  • Character meals são refeições com os personagens. Cada restaurante tem uma temática e uma lista mais ou menos fixa de personagens que podem ou não aparecer. Você pode ir a qualquer Guest Relations ou perguntar na mesa do Concierge de qualquer hotel da Disney e eles poderão lhe dizer quais personagens aparecem em um restaurante específico. É a maneira mais fácil de tirar fotos com os personagens, melhor que ficar horas na fila nos parques. As Character Meals são algumas das reservas mais disputadas da Disney. Reserve com antecedência!
  • Nos restaurantes com serviço de mesa em geral o horário considerado de almoço é entre 11h e 15h e o de jantar, entre 16h e a hora que o parque fechar. Serviços de balcão em geral começam a servir almoço pelas 11h e servem continuamente até o parque fechar ou até o horário indicado no seu Times Guide (o guia de horários que você pega na entrada dos parques)
  • Os buffets incluem uma bebida não alcóolica (suco, chá, refrigerante, café, etc), com refil.
  • Em caso de dúvidas, ou se for tentar fazer uma reserva de última hora, não hesite em parar no Guest Relations de um dos parques. Lá normalmente tem pelo menos um cast member que fala português e poderá ajudar.
  • Se você tem dúvidas sobre o Plano de Refeições da Disney, o Disney Dining Plan, pode ler mais sobre isso aqui.
É um ônibus ou uma banquinha de sorvete? 🙂

 

Agora sim, a comida!
Quick Service (serviço de balcão): 
  • Tamu Tamu: serve café da manhã (oferece uma espécie de sanduíche com omelete, french toast, um parfait de iogurte e salada de frutas), almoço e jantar. Fica na parte do parque que representa a Africa (perto do Safari), por isso, a comida é bem específica. Serve dois tipos de curry, um vegetariano (com legumes e tofu) e outro de frango, além de uma salada com frango. As mesas são a céu aberto.
Curry de frango - fonte: Yelp
Curry de frango – fonte: Yelp
  • Yak and Yeti Local Foods Cafe: Fica do lado do restaurante do mesmo nome. Mesmo caso do Tamu Tamu, mesas a céu aberto. Como fica na Asia, serve comida tipo chinesa. Fique ligado: a comida chinesa americana não é exatamente igual à que se come aqui no Brasil em redes como China in box. Se é isso que você está esperando, vai ficar desapontado (meu pai, por exemplo, não gostou). Eu acho bem gostoso. As porções são bem grandes, dá tranquilamente para dividir uma caixinha entre duas pessoas.
Crispy Honey Chicken - fonte: Foodspotting
Honey Chicken – fonte: Foodspotting
  • Restaurantossaurus: você deve ter desconfiado pelo nome, fica na Dinoland. Serve hamburger (tem versão vegetariana), nuggets, uma salada, cachorro quente, sanduíche de frango. Bem gostoso, mas nada de muito especial. Tem bastante espaço para sentar, o que, em dias lotados, é uma vantagem.
Menu do Restaurantosaurus - Fonte: Disney Pal
Menu do Restaurantosaurus – Fonte: Disney Pal
  • Pizzafari: Meu preferido! Serve pizza, óbvio. Tem 3 opções: de queijo, de pepperoni e vegetariana. Oferece também um sanduíche quente tipo italiano, que é o que eu quase sempre peço. Serve café da manhã também (o que é bem conveniente, já que fica bem perto da entrada do parque). Tem uma área de mesas enooorme, quase sempre é possível achar onde sentar.
  • Flame Tree Barbecue: Serve churrasco, estilo americano. É o Quick Service com mais opção de pratos. Tem sanduíches de porco e de peru, salada, um prato de frango assado (meio frango) com feijão e salada de repolho. As opção com costela (St Louis Ribs) e a combinação de frango e ribs também são servidas com feijão e salada de repolho. Atenção: é feijão americano, bem temperado e meio docinho, não espere o feijão brasileiro aqui. Grande parte das mesas fica ao ar livre.

 

Full Service (serviço de mesa): 
  • Tusker House: fica na parte da África, perto do Safari e tem serviço de buffet. O café da manhã (cerca de US$ 30.00 para adultos e US$ 17.00 para crianças), chamado Donald’s Safari Breakfast, costuma incluir omeletes, bacon, carnes, waffles, frutas, entre outros. Por ser character meal (alguns personagens, incluindo o Donald, nesse caso, visitam a sua mesa e tiram fotos com você e sua família) tem bastante procura. Das character meals oferecidas em parques, é a mais fácil de conseguir reserva, mesmo assim, não deixe para a última hora.
    O almoço e a janta (entre US$ 30 e 35 para adultos e US$ 16 e 19 para crianças) também são servidos em serviço de buffet, com pratos inspirados na culinária africana. Tem várias saladas, arroz basmati, carnes assadas, peixe, pratos vegetarianos e sobremesas. A diferença é que o almoço inclui personagens e o jantar não.
    Não se deixe assustar pela frase “comida africana”, o buffet é bem variado e bem gostoso. Vários dos pratos com inspiração africana tem um tempero que lembra a comida brasileira. Pela minha experiência, eu diria que a janta é a refeição com mais probabilidade de que você consiga entrar sem ter reserva. Já o almoço e o café da manhã, sem reserva, só se você for uma pessoa de muita sorte e estiver em um grupo pequeno (tipo 2 pessoas).
A comida é boa e o lugar é lindo! - Foto: Tripadvisor
A comida é boa e o lugar é lindo! – Foto: Tripadvisor

 

  • Yak and Yeti: fica na Ásia, passando o Flights of Wonder em direção ao Everest. Os pratos têm inspiração asiática e a atmosfera é bem legal. O serviço é a la carte. Não é o meu restaurante preferido (para ser sincera, no Animal a minha preferência pessoal é comer quick service, de preferência, no Pizzafari), mas se você gosta de comida asiática, vai gostar. O que eu recomendo: os pork pot stickers (US$ 8.99), servidos como aperitivo, são uma delícia. Dos pratos principais, eu gosto da Bourbon Chicken, uma espécie de frango frito com molho docinho, cebolinha verde e cenoura, servido com arroz jasmin (US$ 18.99). Se for pedir sobremesa, a especialidade ali são os fried wontons (US$8.99) recheados com abacaxi e creme e servidos com sorvete de baunilha e um molhinho com mel.

 

  • Rainforest Cafe: Esse um monte de gente já conhece. Na verdade, ele fica do lado de fora do parque, bem na entrada, mas tem acesso de dentro do parque também (você vai precisar do seu ingresso para voltar para o parque). Eu não sou muito fã. Tem um menu bem grande e bem americano. Se você fizer questão de comer em um restaurante no Animal Kingdom e não tiver reserva, essa é a sua aposta, talvez precise ficar um pouco na fila, mas com 90% de certeza, será atendido.
Digo que não curto, mas vou e peço um Volcano de sobremesa...
Digo que não curto, mas vou e peço um Volcano de sobremesa…

 

Snacks: Fora os vários carrinhos com sorvete, picolé, pipoca e outros lanche, o Harambe Fruit Market, que fica quase na entrada do Safari, tem uma seleção bem legal de frutas e lanches mais naturais. Vale a pena conferir.

Harambe Fruit Market
Harambe Fruit Market
No próximo post da série visitaremos o Disney’s Hollywod Studios!
Anúncios

14 comentários sobre “O que comer na Disney – Disney’s Animal Kingdom

  1. Oi, acabei de descobrir aqui mas já estou adorando! Por acaso você só fez posts ”o que comer na Disney” do AK e do HS? É que não estou achando dos outros parques… Se sim, porque não fez dos outros? Essa série de posts é perfeita, exatamente o que estava procurando há semanas! Obrigada 🙂

    Curtir

    1. Oi Marcela! Obrigada pela visita e pelos elogios! Além do AK e do HS, já fizemos dois posts da nossa série “O que comer na Disney” falando sobre o Epcot (você pode conferir clicando aqui e aqui). Já estamos trabalhando no próximo post sobre o Epcot e, em seguida faremos posts sobre o Magic Kingdom. Estamos planejando também seguir a série falando sobre o que comer no Downtown Disney e em alguns dos hotéis que ficam dentro da Disney! Continue visitando!

      Curtir

  2. Muito bacanas suas dicas! Adorei!
    Vou pela segunda vez em janeiro/2015 e, na primeira, fui ao Rainforest. Mas não curti, pois é muito american style mesmo! Comi um macarrão com frango à parmegianna que mais parecia miojo com molho e steak com queijo e molho, daqueles improvisados… eca!
    Já estou animada e devo ir no Tusker House no dia que chegar (chego às 7h) tomar café/brunch. Adorei essa ideia!
    Muito obrigada!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s