Férias na Colômbia – Bogotá

Nas minhas últimas férias, decidi conhecer a Colômbia. Tenho uma amiga que mora em Bogotá e adora e achei que seria uma ótima idéia conhecer o país e aproveitar a acomodação gratuita! :p E foi uma ótima idéia mesmo!

A cidade é muito grande, muito bonita e tem muitas coisas para se visitar. Nosso primeiro dia lá foi num domingo, portanto nosso primeiro passeio foi ir à feira de Usaquén. Usaquén é um bairro charmoso, repleto de lojas e restaurantes e que, nos domingos, recebe esta famosa feira. Lá, você encontrará de tudo. Desde antiguidades, artesanato, bijuterias, roupas, até frutas, pratos típicos, etc. Se você quer comprar lembranças da viagem, lá é o melhor lugar! E uma dica muito importante: na Colômbia, quase todos os preços são negociáveis. Se você perguntar qual o preço de um item, não compre imediatamente, pechinche e certamente conseguirá comprar mais barato!

as barraquinhas da feira de Usaquén
as barraquinhas da feira de Usaquén

Enquanto você estiver passeando pela feira, preste atenção nos prédios, nas ruas, explore bastante. Lá tudo é bonito e vale a pena tirar muitas fotos! A feira se estende por diversas ruas. Durante o passeio, visite a Plaza de Usaquén, é a maior praça do bairro. Ali perto está também o shopping Hacienda Santa Bárbara. As lojas em si não são muito interessantes, mas vale a pena visitar pela arquitetura e também para conhecer a Plaza de Andrés, uma ótima opção para comer. Falaremos mais sobre isto em um próximo post.

Plaza de Andrés, no Hacienda Santa Barbara
Plaza de Andrés, no Hacienda Santa Barbara

Continuando o passeio, não deixe de visitar a Zona Rosa. É uma região que concentra diversos shoppings, lojas, restaurantes e bares, e que fica localizada entre as calles 79 e 85 e entre as carreras 11 e 15. Se você pretende fazer compras na Colômbia, lá é o melhor local. Dois dos principais shoppings da cidade se localizam nesta zona: o Centro Comercial Andino e o El Retiro. É nesta zona também que se encontra um dos mais conhecidos e famosos restaurantes da Colômbia: o Andrés Carne de Res.

Lá se localiza também a Zona T, uma rua com formato da letra “T”, onde não há trânsito de carros e onde você encontrará diversos bares e restaurantes, com mesas nas calçadas, diversas lojas de grifes e também algumas discotecas. Se você gosta de sair à noite, a Zona T é o melhor lugar. Além de ter várias opções, é uma zona bem segura.

Outra zona a ser visitada em Bogotá é La Candelaria, declarada Monumento Nacional em 1963. A região concentra grande parte dos museus e monumentos históricos. As ruas são estreitas e coloridas, e cheias de bares, restaurantes e albergues. O centro é relativamente pequeno, então é tranquilo para visitar a pé. Recomendo começar o pesseio pela Praça Bolívar. É a partir dessa praça que são contadas as ruas da cidade, que são todas numeradas, e ao redor da praça estão a Catedral de Bogotá, o Capitólio Nacional, a prefeitura da cidade e a Casa del Florero.

Plaza Bolívar
Plaza Bolívar

Entre os diversos museus que há na cidade, na minha viagem visitei o Museo Botero e o Museo del Oro. A entrada no Museo Botero é gratuita e o museu vai muito além dos simpáticos quadros de gordinhos de Botero. Lá você verá também obras de Juan Miró, Picasso, Salvador Dalí e muito mais!

uma escultura de gordinhos, no Museo Botero
uma escultura de gordinhos, no Museo Botero

A entrada para o Museo del Oro custa $3000 (R$ 3,55, aproximadamente) de terça a sábado, e é gratuita aos domingos. O museu é considerado um dos maiores e principais museus do ouro do mundo e seu acervo de 33.000 peças é constituído de trabalhos pré-colombianos que utilizam como matéria-prima o ouro da região.

uma das salas do Museo del Oro
uma das salas do Museo del Oro

Ainda na região da La Candelaria, vale a pena visitar o Centro Cultural Gabriel García Marquez. O local tem uma arquitetura muito legal e conta com um espaço para exposições temporárias e com uma livraria com mais de 70.000 títulos latino-americanos. Não deixe de subir ao terraço para apreciar a vista do centro da cidade e também para apreciar o restaurante El Corral Gourmet (falaremos mais sobre ele num próximo post).

DSC06897

Bem perto da Candelaria está localizado o Cerro de Monserrate, um dos pontos mais altos da cidade, a 3.152m do nível do mar. Devido à grande altitude, recomendo que você não faça este passeio no primeiro dia de viagem. Espere alguns dias, se possível, para que você primeiro se acostume à altitude da cidade. Há 3 maneiras de subir o cerro: a pé (gratuito, aberto todos os dias, exceto às terças-feiras), de funicular ou de teleférico. O ingresso para o funicular ou teleférico é o mesmo e custa $8200 (R$9,70) o trajeto durante a semana, e $4700 ($5,56) aos domingos. Chegando lá em cima, você pode apreciar a linda vista da cidade, além de visitar o santuário e a feira de artesanatos.

DSC06937

Espero que o post tenha dado vontade de conhecer Bogotá! E fique ligado, pois em breve contaremos sobre Cartagena, a Catedral de Sal e também sobre o que comer lá na Colômbia!

 

 

 

 

Anúncios

8 comentários sobre “Férias na Colômbia – Bogotá

  1. Muito legal as dicas, e acredito que vai nos ajudar muito, afinal, mochileiros de 1ª viagem a Bogotá.
    Estamos indo agora em Junho/2015, e temos alguma duvidas quanto a hospedagem em hostel, será que poderia nos ajudar?
    Estou indo com minha esposa e uma filha adolescente, e nunca utilizamos este tipo de hospedagem, por isso se tiver alguma dica de como funciona, e se tem alguma indicação de hostel ou um hotelzinho legal com preço bom é claro…rsrsrsr para indicar ficaremos agradecidos,

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s