O que comer na Disney – Epcot – Parte 1

Continuando a nossa série que te mostra como ir além do clássico hamburguer com batata frita durante a sua visita aos parques da Disney, hoje vamos começar nossa visita ao parque que mais têm opções de onde comer, por acaso, também meu parque preferido: o Epcot.

No post de hoje vamos ver as opções de comida que você encontra no Future World, separados, como sempre, entre os que oferecem serviço de balcão (quick service) e serviço de mesa (full service). Se você ainda têm dúvidas sobre como funcionam os diferentes tipos de restaurantes na Disney, confira a nossa explicação aqui. A nossa série  já visitou antes o Disney’s Animal Kingdom e o Disney’s Hollywood Studios (parte 1 e parte 2).

Bom, nessa primeira parte da nossa visita gastronômica ao Epcot nós vamos visitar a parte do parte dedicada ao futuro e à tecnologia, o Future World. Também conhecida como a parte do parque onde você vai passar mais tempos em filas, já que é onde se encontram as principais atrações do parque (Soarin’, Test Track e Mission: SPACE). Entre uma fila e outra, se você for como eu, vai aproveitar para comer! Vamos lá?

Quick Service (serviço de balcão):

  • Eletric Umbrella: é enorme e fica no eixo principal do parque. Serve almoço e jantar e oferece o básico: hamburguer e nuggets. Tem mesas do lado de dentro, no ar-condicionado (já mencionei que durante o verão da Flórida você vai aprender a valorizar muito qualquer lugar que ofereça ar-condicionado?) e algumas mesas do lado de fora, com guarda-sóis para você não torrar enquanto almoça. Suas opções aqui são nuggets (8 pedaços, servidos com fritas ou uvas por US$8,99), um sanduíche de almôndegas (meatball sub) com molho vermelho e queijo provolone (de novo, você pode escolher fritas ou uvas como acompanhamento, tudo isso por US$ 9,49). A salada aqui é uma salada césar com alface romana, frango grelhado e queijo parmesão (US$7,99).
O meatball sub vem cheio de queijo! - foto: disboards
O meatball sub vem cheio de queijo! – foto: disboards

Você tem também duas opções de hamburguer: um com carne Angus, queijo e bacon (como sempre, vem com batatas fritas ou uvas, US$ 9,39) ou o Macaroni and Cheese Burger, que é basicamente o mesmo hamburguer da opção anterior, porém esse, além do queijo cheddar e do bacon, vem acompanhado de, pasmem, macarrão com queijo (o famosíssimo mac and cheese americano). De novo, ele pode vir acompanhado de fritas ou uvas (US$ 10,49). Finalmente, você tem a opção de um flatbread (tipo uma pizza de massa bem fininha) com um pesto de tomate, cogumelos, queijo feta e rúcula (US$ 9,99)

Vegetable Flatbread - foto: disboards
Vegetable Flatbread – foto: disboards
  • Sunshine Seasons: esse é o restaurante que fica dentro do pavilhão do Soarin’, o The Land. Tem várias ilhas (uma de sanduíches, uma de rotisseria, etc), você pega a sua bandeijinha, vai passando pelas ilhas, escolhe o que quer e depois passa pelo caixa antes de ir sentar na sua mesinha no pavilhão com ar-condicionado. Mas atenção: esse restaurante é super popular no Epcot, até porque tem várias opções de comida em um mesmo lugar, logo, nos horários mais concorridos, enche! Em julho, por exemplo, é aqui que a maioria das excursões brasileiras leva seus grupos. A dica é evitar os horários de pico (tipo meio dia até as 13h) e almoçar ou um pouco mais cedo ou um pouco mais tarde. E uma curiosidade: vários dos alimentos utilizados tanto aqui no Sunshine Seasons quanto no Garden Grill (já já falamos dele) são produzidos dentro do próprio pavilhão The Land. Descanse seus pezinhos dando uma voltinha no barquinho do Living with the Land (quase nunca tem fila) e veja os alimentos sendo cultivados ali mesmo!
Alface! Do Living with the land direto para o seu prato!
Alface plantado em forma de Mickey! Do Living with the land direto para o seu prato!

Vamos a comida! A primeira ilha oferece pratos com inspiração asiática: mongolian beef (tipo uma carne à moda chinesa) servido com arroz com vegetais, frango agridoce com arroz jasmin, camarão tailandês apimentado com curry verde servido com arroz jasmin e um bife vegano ao molho de tamarindo, também servido com arroz jasmin. As opções de frango, carne e camarão saem por cerca de US$ 11, enquanto que a opção vegetariana custa US$ 8. Lembrando sempre que a comida chinesa aqui não tem o mesmo gosto tipo China in Box que a gente está acostumado.

Mongolian beef - foto: disboards
Mongolian beef – foto: disboards

A ilha do Grill oferece as opções mais parecidas com “comida de casa” por aqui: frango assado com arroz e feijão (caaaaalma… o tempero não é bem como o nosso, e o arroz é mais latino, amarelinho, mas é bem gostoso), peixe  com vagem e batatas assadas ou costeletas de porco (pork chops) com purê de batatas com cheddar e molho barbecue. As três opções saem por cerca de US$ 12 cada.

Pork chops - foto: disboards
Pork chops – foto: disboards

Já a ilha dos sanduíches oferece um sanduíche de peru e queijo monterey jack com maionese apimentada, servido com salada de batata, tacos de peixe (tilápia) e um sanduíche de vegetais um um pão tipo de pizza. Os sanduíches sam por cerca de US$10 cada e os tacos, por US$12.

Sanduíche de peru com salada de batata. Foto: disboards
Sanduíche de peru com salada de batata. Foto: disboards

A última ilha é um tipo de padaria e oferece cookies, doces, tortas, bolos, muffins e outras opções doces. Foras as ilhas, existem também zonas refrigeradas que oferecem pratos prontos, como sushi.

Padaria - foto: around the mouse
Padaria – foto: around the mouse

Full Service (serviço de mesa):

  •  Garden Grill: nós não precisamos nem sair do pavilhão do The Land para visitar o próximo restaurante. O Garden Grill só serve janta (a primeira reserva do dia normalmente é em torno das 16h). A comida é servida na sua mesa, estilo “jantar de família” e enquanto você come, alguns personagens (em geral o Tico e o Teco, o Mickey e o Pluto, mas os personagens sempre podem variar) visitam a sua mesa. Por isso, é relativamente difícil conseguir reserva aqui. É quase impossível conseguir uma reserva para a mesma semana, reserva com pelo menos algumas semanas de antecedência. Vários itens que são servidos no restaurante são cultivados ali mesmo no The Land, como eu já expliquei. O piso do restaurante aqui é giratório, possibilitando que você veja parte do pavilhão enquanto janta.
    A comida é simples e gostosa. De entrada, pães quentinhos com uma manteiga com maple. Depois, uma salada bem variada. Como prato principal, peito de peru assado com molho de limão e alcaparras, filé com manteiga com vinho tinto, peixe do dia com tomate assado e compota de pimentão. Como acompanhamento, vegetais frescos e purê de batatas.

    foto: disboards
    foto: disboards

    De sobremesa, cobbler de frutas com creme batido com baunilha e pudim de pão. Para crianças (3 a 9 anos), a refeição vai incluir coxas de frango, macarrão com queijo, brócolis, batata doce crocante e bolinhos de chocolate para a sobremesa. O custo da refeição fica em cerca de US$40 para adultos e US$20 para crianças entre 3 e 9 anos.

 

  •  Coral Reef: Um dos restaurantes mais bonitos da Disney, fica junto ao aquário do The Sea. O aquário, aliás é o segundo maior aquário de água salgada do mundo, com 5.7 milhões de galões de água, perdendo apenas para o Georgia Aquarium.
    Coral Reef - foto: disboards
    Coral Reef – foto: disboards

    O restaurante serve almoço e jantar. De novo, é sempre bom chegar aqui já com a reserva feita. Reservas feitas no mesmo dia são quase impossíveis de acontecer, reserve com pelo menos uma semana de antecedência.
    Obviamente, o tema aqui são os frutos do mar. Entre as entradas, o legal é pedir o Appetizer for Two (US$ 17), que trás um mix de várias das entradas que o restaurante oferece, mas em porções menores. Apesar do que o título sugere, se a idéia for provar vários pratos, dá tranquilamente para dividir o prato em três ou quatro pessoa, dependendo da fome. Ele inclui bolinhos de caranguejo, camarão com sriracha e sopa de lagosta.

    Appetizer for Two - foto: disboards
    Appetizer for Two – foto: disboards

    Entre os pratos principais, eu indico a Coral Reef Lobster Orecchiette Pasta, uma massa com molho cremoso de queijo cheddar branco e óleo de manjericão, com lagosta (US$28). Outra opção popular é o Mahi-Mahi com camarão, palmito, arroz jasmin, coentro e um molho com coco e limão (US$26). Para quem não curte frutos do mar, não se preocupe, o cardápio oferece um prato com frango (US$ 23), uma New York Strip Steak com batatas assadas (US$ 33) e até um prato vegetariano. De sobremesa, vá de chocolate wave, uma espécie de petit gateau servido com gelato de framboesa (US$9).

    Coral Reef Lobster Orecchiette Pasta - foto: disboards
    Coral Reef Lobster Orecchiette Pasta – foto: disboards

    No próximo post, nosso passeio gastronômico pelo Epcot continua e fica mais internacional: vamos começar a visitar os restaurantes do World Showcase. Fique ligado por aqui!

Anúncios

8 comentários sobre “O que comer na Disney – Epcot – Parte 1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s