A Inglaterra é muito mais que Londres – parte VII: Nottingham

No post de hoje vou falar sobre a cidade de Robin Hood: Nottingham! Se você viajar de trem, a viagem desde Londres dura cerca de 1h40min e a passagem de ida e volta custa em torno de £58. Para pesquisar os preços e horários das passagens, visite o site da National Rail.

Quando fui, fiquei no The Strathdon Hotel, é um hotel muito bom e bem localizado. Dali, você consegue ir aos principais pontos turísticos da cidade a pé. E é perto da estação de trem também. Quando cheguei em Nottingham, fui caminhando da estação ao hotel.

The Strathdon Hotel

Nottingham é um pouco desdenhada nos blogs de turismo, tanto que se você fizer uma busca na internet, não encontrará muitos posts ou informações em português sobre a cidade. Mas, mesmo assim, como eu estava fazendo um tour pela Inglaterra, resolvi arriscar, e posso afirmar que valeu muito a pena a visita. Eu sempre gosto de explorar as cidades a pé, para sentir o clima, conhecer bem o lugar. E, assim que comecei a explorar a cidade, a primeira coisa que visitei foi o Old Market Square, que já me encantou.

DSC02803

O Old Market Square é uma praça que abrange uma área de aproximadamente 22.000m². A praça é utilizada para shows, feiras e outros eventos. Nela se localiza a prefeitura da cidade, conhecida como Nottingham Council House. Ao redor da praça há diversas lojas e, a partir da praça, se espalham diversas ruas cheias de lojas também. Dá pra passar um bom tempo caminhando pelas ruas e olhando as vitrines.

A uns 10 minutos de caminhada da Old Market Square, se encontra o Nottingham Castle. Chegando ao castelo, na Castle Road, você encontrará um dos principais pontos turísticos (e fotográficos) da cidade: a estátua de Robin Hood, inaugurada em 1952. Tenha paciência, é bem provável que quando você chegar lá, há várias pessoas em volta tirando fotos e você tenha que esperar alguns minutos para tirar a sua. 🙂

DSC02844

O pórtico de entrada do castelo é muito bonito e os jardins também, tire muitas fotos! O ingresso para o castelo custa £5,50 e inclui a entrada ao museu e à galeria de arte.

e os jardins!

Durante a visita ao castelo, há também a opção de pagar uma taxa adicional de £4 para conhecer as cavernas do castelo. Eu adoro conhecer cavernas e coisas subterrâneas, então sou suspeita para falar, mas na minha opinião a visita ao castelo vale mais por este tour das cavernas do que pelo próprio castelo. Como as cavernas datam da era medieval, o acesso é um pouco difícil e há várias escadas. É muito legal o passeio, recomendo muito!

DSC02833

Bem próximo ao castelo encontra-se um dos pontos imperdíveis da cidade: o Ye Olde Trip to Jerusalem. Um dos pubs mais antigos da Inglaterra, ele foi aberto (segundo as placas ao lado de fora) em 1189 d.C. De acordo com as lendas locais, o nome surgiu das Cruzadas do século XII. Segundo estas lendas, os cavaleiros que se juntavam às Cruzadas paravam no pub para beber no caminho à Jerusalém. Não deixe de entrar, explorar o local. Somente a visita já vale a pena, mas se você quiser, as comidas e petiscos lá valem muito a pena também!

DSC02841

Continuando a caminhada, não muito longe dali está a St. Mary’s Church, a mais antiga da cidade, tendo a sua construção iniciada em 1377, durante o reinado de Edward III. É bem interessante entrar para conhecer a arquitetura por dentro também. Diz a lenda que foi nesta igreja que Robin Hood e Mary se casaram.

DSC02862

Na mesma rua (High Pavement), se encontra o Galleries of Justice Museum. Eu não cheguei a visitá-lo, devido à falta de tempo, mas o museu proporciona uma viagem no tempo, onde você conhece a época em que Nottingham Shire Hall era o único lugar na Inglaterra onde uma pessoa poderia ser julgada, presa e enforcada. E tudo isso acontecia ali mesmo, nos degraus da entrada do museu.  O museu está aberto todos os dias e o ingresso custa £9,95.

Também em Nottingham, você pode visitar a Sherwood Forest. A lenda conta que foi lá onde Robin Hood morou. Eu também não cheguei a visitar o local, pois não tinha tempo e a floresta é um pouco afastada da cidade, mas fiquei triste de não poder ir, porque me parece muito legal o passeio. Lá é possível ver a Major Oak, a árvore viva mais antiga da floresta, que segundo a lenda era o esconderijo de Robin Hodd. Também se pode fazer trilhas na floresta, a pé ou de bicicleta. Você pode se informar sobre preços e como chegar lá no site da cidade.

Bom, espero que você tenha ficado com vontade de conhecer Nottingham. Se tiver alguma dúvida ou curiosidade, comente ou escreva um e-mail para comerdormireviajar@gmail.com

Em breve contarei sobre as visitas a Leeds e Liverpool. Continue ligado!

Anúncios

5 comentários sobre “A Inglaterra é muito mais que Londres – parte VII: Nottingham

  1. Boa noite 🙂 adorei as dicas e super me animou para visitar!! Quantos dias você recomenda para Nottingham? Estou pensando no final do ano fazer Londres, Nottingham, Liverpool, Edimburgo, Glasgow..Alguma dica? Beijos

    Curtir

    1. Oi Iara, bom dia!! Obrigada pela mensagem e que bom te animou! Lá é muito legal mesmo! Quanto tempo você ficará viajando no total? Eu não conheço Edimburgo e Glasgow ainda, mas sabendo quantos dias você terá, posso dar umas dicas melhores! 🙂
      Beijos!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s