O que comer na Disney – Epcot – Parte 4

Hoje vamos continuar nosso passeio gastronômico pelo Epcot, encerrando nosso passeio pelo World Showcase. Se você vai para a Disney e está pesquisando onde comer quando estiver por lá, vamos recapitular onde já passamos na nossa série “O que comer na Disney”:

– Onde comer no Animal Kingdom;

– Onde comer no Disney’s Hollywood Studios, Parte 1 e Parte 2;

– Onde comer no Epcot, Parte 1 (Future World) , Parte 2 (México, Noruega e China) e Parte 3 (Alemanha, Itália, EUA e Japão).

No post de hoje vamos visitar os pavilhões do Marrocos, da França, do Reino Unido e do Canadá!

MARROCOS

Para muita gente, é a opção mais exótica, ou mais desconhecida, do que o Epcot tem a oferecer. E vale a pena experimentar, tudo que eu já comi por aqui é uma delícia!

Tangerine Cafe (quick service): a opção de comidas rápidas do Marrocos. Não precisa de reservas. Além de a comida ser uma delícia, o local é lindo, superagradável e o atendimento é impecável. Os meus preferidos aqui são os wraps, que são basicamente sanduíches feitos em pão árabe (ou marroquino, no caso :P), recheados com frango ou falafel (bolinhos fritos feitos com grão de bico), com alface, tomate, cebola vermelha, hummus e molho taziki, acompanhados de uma salada de lentilhas e um cuscuz delicioso (cerca de 9 dólares cada). Oferece também pratos montados, com carne (frango, cordeiro, ou, na versão vegetariana, falafel)  servidos com hummus, tabouleh, salada de cuscuz e pão marroquino (cerca de 12 dólares cada). Para os menos aventureiros, existe uma opção de almôndegas com arroz (12 dólares) e frango assado com açafrão, servido com arroz (17 dólares). Você pode ver versões dos pratos montadas e expostas no balcão, assim você sabe exatamente o que está pedindo. Eu recomendo!

Wrap de Falafel, meu preferido!
Wrap de Falafel, meu preferido!

Spice Road Table (full service): é o restaurante mais novo do pavilhão. Para a entrada, eu recomendo o Hummus frito (hummus fries, US$ 7.00) ou o Harissa chicken rolls (US$ 8.00). Se você não consegue decidir, faça como eu: leve um amigo, peça os dois e dividam! Entre os pratos principais você vai achar pratos com atum, com frango e com cordeiro. Eu gosto do Mix Grill Skewers (espetinhos de carne e de frango, com molho apimentado e servidos com batatas assadas com alecrim – US$ 28.00) ou os lamb sliders (3 mini hamburgers de cordeiro com molho de menta, US$ 24.00). De sobremesa, nem pense muito, se jogue na Chocolate Pyramid, literalmente uma pirâmide de chocolate, com sorvete de amêndoa (US$ 7.00). Reservas aqui podem ser feitas com uma semana ou duas de antecedência.

Alguém falou "chocolate"? - foto: disney everyday
Alguém falou “chocolate”? – foto: disney everyday

Restaurant Marrakesh (full service): O restaurante é lindo e possui um salão enorme, o que significa que, na maioria dos dias, você consegue entrar sem reserva. Como todos os restaurantes do pavilhão do Marrocos, o atendimento é impecável e a comida é imperdível. Aqui, além de tudo isso, você ainda assiste shows de dança do ventre durante o dia. Eu prefiro o almoço do que a janta aqui, e sempre acabo pedindo o Chef’s Special (US$ 19.90 por pessoa): de entrada vem a melhor salada de pepino e tomate que covê já comeu na vida, acompanhada de rolinhos de massa frita recheadas com carne moída e cobertas com açúcar e canela (sim, parece estranho, mas é ótimo). O prato principal são espetinhos de frango, servidos com arroz e vegetais e, de sobremesa, baklava, a versão marroquina de um mil folhas. O restaurante, claro, oferece milhares de outras opções, incluindo vários tipos de cuscuz e um tagine de frango com limão, uma melhor que a outra. Vá sem medo, você não vai se arrepender!

A melhor salada do mundo! E rolinhos de carne moída com açúcar!
A melhor salada do mundo! E rolinhos de carne moída com açúcar!

 

FRANÇA

Boulangerie Patisserie les Halles (quick service): Basicamente, uma padaria francesa. Não precisa de reserva, sempre tem fila (não se preocupe, a fila anda rápido) e tem pouco lugar para sentar (sente em qualquer muretinha, a comida vale a pena). Você vai ter dificuldade de escolher o que quer. São diversas opções de pães, pratos de queijo, sanduíches (incluindo o clássico Croque Monsieur), quiches, doces e tortas (torta de maçã, napoleons, torta de chocolate, de framboesa, de morango, pain au chocolat, macarons, palmier…). Cada um mais lindo e delicioso do que o outro. Tudo aqui é preparado pelos mesmos chefs do Chefs de France, que fica ao lado. Oferece ainda cafés, vinhos e outras bebidas. Eu gosto de passar aqui, escolher algumas coisas e levar meu “piquenique” para a beira do lago à noite para comer enquanto espero o show de fogos. Delícia!

Difícil é escolher um só... - foto: disneyparks
Difícil é escolher um só… – foto: disneyparks

Chefs de France (full service): outro dos meus preferidos (sim, eu tenho vários). E outro lugar onde eu prefiro o almoço à janta. No almoço há uma opção de menu fixo (Prix Fixe 3 Courses Menu): por US$ 25.99 você escolhe uma entrada, um prato principal e uma sobremesa. Para a entrada, as duas opções são sopa de cebola gratinada com queijo gruyere ou bisque de lagosta – eu, que aaaaamo queijo, sempre vou na sopa de cebola e nunca me arrependo. O prato principal pode ser Croque Monsieur com salada verde (a clássica torrada de presunto e queijo, gratinada), quiche lorraine (também servido com salada verde) ou macarrão ao forno com creme e queijo gruyere. Finalmente, para a sobremesa, você escolhe entre uma das opções do dia. Eu gosto muito do profiteroles.

Quiche Lorraine e salada verde.
Quiche Lorraine e salada verde.

No jantar também há uma opção de preço fixo, dessa vez por US$ 39.90. Além das entradas do almoço aqui você também tem a opção da Salade Maison (salada verde com vinagrete). As opções do prato principal são costelas de gado, frango assado, salmão grelhado ou o macarrão com queijo do almoço. A sobremesa, de novo, é selecionada das opções dos dia. O Chefs, é claro tem várias outras opções de pratos, tanto no almoço quanto na janta, mas a opção de preço fixo é sempre mais em conta, com opções ótimas, eu acabo ficando sempre com ela! Sobre as reservas, sempre é bom fazer, pelo menos com umas duas semanas de antecedência. Eu já consegui entrar várias vezes sem reserva, mas sempre na hora do almoço (pelas 14h) e acompanhada de só mais uma pessoa. Com grupos de mais de quatro pessoas as reservas são essenciais.

Sopa de Cebola Gratinada (French Onion Soup)
Sopa de Cebola Gratinada (French Onion Soup)

 Monsieur Paul (signature dining): só abre para a janta e as reservas são absolutamente necessárias. Por ser Signature Dining, é mais caro, não oferece menu para crianças e oferece uma comida mais gourmet. Eu sou um pouco chata para comer, não gosto muito. Mas é uma experiência de culinária francesa. Uma opção bem legal para um jantar romântico, para comemorar um aniversário de casamento, etc. Entre as entradas (que custam entre US$ 16 e 29) você vai encontrar um cassolete de escargot, tartare de atum, salada, sopa com óleo de trufa negra e lagosta. As entradas (todas na casa dos US$ 40) incluem peixe assado com “escamas” de batata e molho e alecrim, vieiras com spaghettini com trufa negra, ballotine de frango, pato assado e filé com molho bordelaise.  Já as sobremesas (US$ 13 cada) incluem mil folhas, le moelleux, baba au rhum, entre outras.

Monsieur Paul - foto: easywdw
Monsieur Paul – foto: easywdw

Além dos restaurantes, você ainda acha no pavilhão da França uma banca que vende crepes (US$ 3.99 cada), uma de sorvetes (L’ Artisan de Glaces – adultos, provem o ice cream martini!) e uma banca de bebidas alcóolicas (o Slush de Grand Marnier é algo indescritível).

 

REINO UNIDO

 Yorkshire County Fish Shop (quick service): serve a especialidade britânica – Fish and Chips (US$ 8.99 a porção com dois pedaços de peixe frito acompanhados de batatas fritas). Vale a pena experimentar, é muito bom! Não oferece muitas opções além disso, apenas um cookie e algumas variedades de cerveja. Não tem área de mesas (leve seu fish and chips para comer nos jardins que ficam ao lado – se você se programar direitinho, come seu fish and chips assistindo a um show cover dos Beatles!

Fish and Chips! - foto: disboards
Fish and Chips! – foto: disboards

Rose and Crown Dining Room (full service) – É bem disputado para a janta, pois da sua varanda é possível ver o show de fogos. Faça a reserva com no mínimo duas semanas de antecedência. Serve Fish and Chips (não são os mesmos que você compra na Fish Shop – esses são mais refinados e vem com um molho tartar – US$ 19.99), bangers and mash (linguiças inglesas com repolho e bacon, servidas com purê de batatas e molho gravy – US$ 15.99), um frango masala com arroz basmati e raita (US$ 18.99) e sheperd’s pie (torta de purê de batatas recheada com guisado de cordeiro e vegetais – US$ 18.99), entre outras opções. De sobremesa, escolha o tradicional sticky toffee pudding (US$ 5.49).

Sheperd's Pie
Sheperd’s Pie

Rose and Crown Pub – Fica ao lado do Dining Room e está quase sempre lotado. É um Pub, serve cervejas e comida de bar (fish and chips, scotish egg, etc).

 

CANADÁ

Le Cellier (Signature Dining): O único restaurante do pavilhão do Canadá é minúsculo e disputadíssimo. Faça as reservas com seis meses (sim, seis meses de antecedência), às vezes até se consegue uma reserva com algumas semanas de antecedência, mas é raríssimo. Se você quer experimentar a comida do Le Cellier, não conte com a sorte, planeje-se. Aqui, as especialidades são as carnes, mas o Le Cellier é famoso por duas outras coisas: os pães de pretzel servidos antes da entrada e a sopa de queijo cheddar. Nem pense na hora de escolher a entrada, peça a Canadian Cheddar Cheese Soup, feita com bacon e cerveja moosehead (US$ 10).

Canadian Cheddar Cheese Soup, uma das melhores coisas que você vai comer na sua vida.
Canadian Cheddar Cheese Soup, e os pãezinhos de pretzel ao fundo, duas das melhores coisas que você vai comer na sua vida.

Os pratos principais custam uma média de US$ 40.00 cada e a estrela são as carnes. A escolha tradicional é o Filet Mignon, servido com risoto de bacon e espinafre e uma manteiga com queijo parmesão, mas você também vai achar massas, salmão, frango e pato entre as opções, tudo muito bom. Peça ainda o tradicional Poutine como acompanhamento, você não vai se arrepender. De sobremesa, a escolha mais popular é o melhor creme brulee que eu já comi, o Maple Creme Brulee (US$ 8.00 – a porção é grande e pode ser dividida entre duas pessoas).

Maple Creme Brulee
Maple Creme Brulee

Pronto! Encerramos por aqui o nosso tour do Epcot, mas fique ligado por aqui, nossa série “O que comer na Disney” em breve vai começar a explorar as opções gastronômicas do Magic Kingdom! Até lá!

Anúncios

5 comentários sobre “O que comer na Disney – Epcot – Parte 4

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s