Cruzeiro no Alasca: Skagway

Como já contamos aqui, em maio deste ano fizemos uma viagem a Vancouver, no Canadá e um cruzeiro ao Alasca. Optamos por fazer o cruzeiro com a Disney Cruise Line e escolhemos o primeiro da temporada, embarcamos em Vancouver  dia 24 de maio e desembarcamos, também em Vancouver, dia 30 de maio. Eu sempre quis conhecer o Alasca, desde a minha infância, quando eu lia as histórias do Tio Patinhas fazendo a sua fortuna no Klondike, durante a corrida do ouro. E o Alasca, ao vivo, não desapontou!

O cruzeiro que escolhemos incluía paradas em três portos no Alasca: Skagway, Juneau e Ketchikan, além de um dia visitando Tracy Arm, uma geleira e de alguns dias no mar. Hoje vamos falar sobre a menor das cidades que visitamos, Skagway.

mapa alasca
Roteiro do Cruzeiro que fizemos (fonte: disneycruise.disney.go.com)

Skagway é a menor das cidades que visitamos, com uma população estimada de cerca de 860 pessoas (essa população dobra no verão, quando a cidade recebe anualmente cerca de 900 visitantes, aproximadamente 75% dos quais desembarcam de navios de cruzeiros). A cidade chegou a ser uma das maiores do Alasca durante a Corrida do Ouro, quando foi achado ouro em Klondike, no território canadense do Yukon, em 1896. Skagway passou a ser uma rota de passagem para os mineradores que iam se aventurar no Klondike, e, em 1898, com uma população de cerca de 10.000 pessoas, chegou a ser a maior cidade do Alasca. Em 1900, quando a ferrovia que levaria até o Yukon terminou de ser construída, a febre já havia passado. Hoje, o centro histórico da cidade consiste de cerca de 7 quadras, com cerca de 100 prédios históricos da era da Corrida do Ouro.

O porto de Skagway fica bem perto do centro da cidade, você pode descer do navio e ir a pé até o centro (é uma caminhada de 15 a 20min). Existem várias excursões que podem ser feitas na cidade e as atrações mais populares são o Klondike Gold Rush National Historical Park  e o passeio de trem pela White Pass and Yukon Route, que conecta Skagway a Whitehorse, a capital do Yukon. Aqui foi a única cidade em que nós decidimos pagar por um tour, optamos por visitar o Musher´s Camp e andar de trenó com cães de corrida do Alasca (falaremos mais sobre isso em breve!).

DSC07354
Skagway (inteira) vista do navio.

O navio chegou em Skagway por volta das 7:15h da manhã e saiu de lá pelas 19:45h. O dia estava bem frio, mas tinha sol. Como o ponto de encontro da nossa excursão era ao meio-dia, dentro do navio, optamos por ficar no navio até a hora da excursão e explorar a cidade na volta. A excursão nos levou de ônibus até o Klondike Gold Rush National Historical Park acabou um pouco depois das 14h. Na volta, o nosso guia nos deixou perto da 7th street. Lembra quando eu falei que eram 7 quadras de centro histórico? Pois é… ficamos no “fim” da cidade e fomos explorando o centro no caminho de volta até o navio.

Durante o verão, cinco vezes ao dia são oferecidas tours de graça do centro histórico, elas duram 45min (mais informações aqui). Você também pode baixar esse mapa aqui (em inglês) e fazer a caminhada histórica por conta. A cidade é pequena e bem bonitinha e a rua principal é cheia de lojas com artigos locais, não deixe de explorar! Você vai perceber pelos mapas que Skagway é bem pequena, então a nossa dica aqui é explorar as opções de tours que são oferecidas. As tours são pagas separadamente e os preços podem variar de US$50,00 a mais de US$ 600,00 por pessoa. Escolher uma tour depende muito dos seus interesses e de quanto você está disposto a gastar. Como o auge de Skagway foi durante a Corrida do Ouro, várias das tours oferecidas aqui focam nisso, inclusive em algumas delas você mesmo vai “garimpar ouro” no Alasca. O passeio de trem no White Pass também é bem popular, além dos passeios em trenós puxados por cachorros, sobre o qual vamos falar mais no próximo post. Além disso são oferecidos passeios de bicicleta, de helicóptero, a cavalo, passeios para ver a vida selvagem por lá  e passeios mais radicais, como rafting e tirolesa.

DSC07384
Vista do Klondike Gold Rush National Historical Park.

Em Juneau e Ketchikan, que são cidades maiores, nós optamos por explorar as cidades por conta, sem excursões e achamos a experiência super válida, como contaremos nos próximos posts. Mas em Skagway você terá tempo suficiente para fazer uma tour e explorar bem a cidade.

Se você não quiser contratar uma tour (ou se tiver tempo sobrando depois da sua tour), existem algumas opções bem interessantes de coisas para fazer em Skagway de graça ou gastando pouco:

  • Tour do Red Onion Saloon: por US$ 10.00, você pode fazer uma tour de 20min (em inglês, é claro) desse famoso bordel de Skagway, localizado na esquina da 2nd av. com a Broadway, as reservas podem ser feitas diretamente no site do Red Onion.
  • Cemitério Gold Rush: fica no “fim” da cidade, ao norte, em frente aos trilhos do trem da White Pass and Yukon Route Railroad.
  • Show Days of ’98: um show de comédia com música e dançarinas de can-can, de uma hora de duração. O teatro fica na esquina da 6th com a Broadway e o ingresso custa US$20 por pessoa. Reservas podem ser feitas aqui.
  • Museu de Skagway e jardim de esculturas: ficam um do lado do outro, na esquina da 7th av. com a Spring. O ingresso do museu custa US$2 por pessoa e o do jardim, US$5 por pessoa.
  • Outros museus: a Broadway, que é a rua principal de Skagway, possui vários pequenos museus que mostram diferentes aspectos da vida na cidade durante a Corrida do Ouro, todos de graça. Eles incluem o Visitor Center (2nd e Broadway), o Park Museum (ao lado do Visitor Center), o Mascot Saloon Museum (3rd e Broadway) e o Chilkoot Trail Center (entre as avenidas 5th e a 6th). A Cabine Moore, entre a 5th e a Spring, é o prédio mais antigo de Skagway e data de 1887. A casa de madeira logo ao lado também foi construída pela família Moore na mesma época  e foi completamente restaurada, contendo artefatos e informações da “primeira família” de Skagway.
DSC07389
Rua principal de Skagway.

Mais sobre a nossa viagem para o Alasca e Vancouver:
Vancouver e Cruzeiro ao Alasca

Mais sobre Cruzeiros da Disney:
Vida em alto mar – Parte I
Vida em Alto Mar – Parte II: Um pouco sobre tudo
Vida em Alto Mar – Parte III: Embarque e Primeiro Dia a Bordo
Vida em Alto Mar – Parte IV: Rotational Dining
Vida em Alto Mar – Parte V: A Day at Sea
Vida em Alto Mar – Canal do Panamá, Parte I

 

 

 

 

 

Anúncios

5 comentários sobre “Cruzeiro no Alasca: Skagway

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s