Cruzeiro no Alasca – Tracy Arm

O assunto de hoje é Cruzeiro da Disney no Alasca, a bordo do Disney Wonder! Mais especificamente, a visita ao Fjord Tracy Arm, que fica a cerca de 40km de Juneau e, no nosso caso, aconteceu no terceiro dia do cruzeiro.

Tracy Arm não é exatamente um porto, ao contrário de Skagway, Juneau ou Ketchikan, você não desce em Tracy Arm. O local é um Fjord e você vai vê-lo de dentro do navio, o navio passa pelo Fjord até chegar na geleira ao fim. A Disney Cruise Line oferece uma excursão nesse dia, o Glacier Explorer, onde você desce diretamente do navio para um catamarã que levará você mais perto da geleira. O passeio custa US$ 215 por adulto e US$ 149 por criança e dura cerca de 3h. Nós não fizemos esse passeio e achamos que, de dentro do navio, você consegue ver muito bem as geleiras.

Com certeza, foi o dia mais frio durante o cruzeiro. Nós fomos em maio, no primeiro cruzeiro da temporada, mas, considerando que o navio passa cerca de 5h se aproximando cada vez mais de uma geleira, com certeza esse é um dia em que você precisará se agasalhar mesmo se estiver indo em julho ou agosto.

dsc07335
Além da paisagem espetacular, atente para as polainas…

Reserve um espaço nas suas malas para roupas quentinhas, elas serão muito necessárias nesse dia! Blusão de lã, mantas, polainas, gorros, luvas, se você não levar, sentirá falta! Nós achamos que levar gorro seria um exagero, e foi um erro, tivemos que improvisar enrolando a cabeça com as mantas de lã! E dê preferência para casacos impermeáveis, o dia estava nublado, choveu em alguns momentos antes de chegarmos na geleira. Quando começou a chover (choveu bem fraquinho nesse dia, mas choveu), o navio forneceu capas de chuva, aquelas de plásticos, tipo as dos parques. Ajudam um pouco, mas não evitam que você se molhe um pouco. Outra coisa: venta muito nesse dia! Eu uso lentes de contato e precisei voltar ao nosso stateroom para buscar meus óculos de sol para proteger um pouco os olhos!

Acordamos cedo e tomamos café no antigo Beach Blanket (hoje Cabanas) e depois fomos assistar a uma palestra sobre o que veríamos mais tarde. A palestra se chamava “Rivers of Ice”, com o Professor Barret Rock e, óbvio, foi em inglês. Para quem entende, eu recomendo muito assistir a palestra, eu não sabia muito sobre fjords, glaciers e essas coisas e a palestra me ajudou a entender melhor o que vimos durante o dia. A palestra aconteceu no Walt Disney Theatre e durou cerca de 1h.

Depois da palestra, fomos até o deck 9 pegar um chá quentinho e fomos caminhar pelo navio e explorar a paisagem. O navio só entra mesmo no Fjord por voltas das 12:30h, mas a paisagem natural a essa hora (perto das 11h) já era muito linda e os decks superiores já estavam enchendo. Não se preocupe em pegar um bom lugar para ver a geleira, quando chegar lá, o Capitão fará vários semicírculos com o navio, de forma que todo mundo conseguirá ver muito bem a geleira. Nossa dica é: se movimente! Vai ser muito frio, se você ficar muito tempo parado, vai congelar! Vai ter bastante gente guardando lugar nos decks de cima, na frente do navio, mas não se preocupe, das laterais você vai poder ver muito bem a natureza e a beleza natural do lugar. Fora isso, a acumulação de gente é durante a aproximação até a geleira, em seguida o pessoal tira fotos e vai embora, daí você vai poder chegar na frente do navio com mais tranquilidade. Aliás, nós gostamos muito de ver a paisagem do deck 4 também, você não precisa estar nos decks mais altos para ter uma visão melhor. Onde quer que você fique, preocupe-se em se aquecer! Tome chocolate quente, chá, café… E entre para a parte de dentro (aquecida) do navio de vez em quando! Nos decks superiores, há cobertores para você pegar e se proteger, mas se você não estiver bem agasalhado, eles não vão ajudar muito.

dscn0047
A caminho das geleiras!

Há narração nos decks 4, 9 e 10 entre as 12:30 e as 17h, mas o volume é bem baixo, de forma a preservar a vida selvagem do Alasca. E sim, mesmo com todo o frio, você vai ver gente nas piscinas (as piscinas são aquecidas, mas nós não tivemos coragem de entrar nelas dessa vez!).

No horário do almoço, nos decks superiores, alguns funcionários passam com bandejas oferecendo sopa servida no pão, para aquecer. Nós não chegamos a provar. Fomos almoçar no Beach Blanket. O plano era sentar nas mesas do lado de fora para ver a paisagem, mas estava frio demais! Não se esqueça  que nesse dia, além do Buffet normal do almoço, a Disney oferece um churrasco. As opções do churrasco estão do lado de fora do restaurante, tinha algumas saladas, frango, hamburgers, linguiça e peixe assados. Nada demais, mas gostoso (não tem foto do almoço pois eu só lembrei da foto depois de comer…).

dscn0127
Finalmente, a geleira! (não se preocupe, essa gente se dispersa e o navio chega ainda mais perto depois)

Como o nosso cruzeiro foi bem no começo da temporada, o Capitão ainda não sabia quais eram as condições da entrada para Tracy Arm, ele explicou diversas vezes (nosso Capitão era muito falante!) que estava em contato com Capitães de navios de outras empresas que estavam por perto, conferindo as condições. Lá pelas tantas o Capitão avisou que havia gelo demais na entrada para Tracy Arm, impedindo a entrada. Acabamos visitando Endicott Arm, o irmãozinho menor do Tracy. Dizem que a geleira em Endicott Arm, chamada Dawes, é um pouco menos que a Sawyer Glacier, geleira de Tracy Arm. Como eu nunca tinha visto uma geleira antes, não notei a diferença. Mas saiba que essa situação é bem comum, então, não fique frustrado se o seu cruzeiro visitar Endicott em vez de Tracy Arm. Demos sorte pois não havia muito gelo solto perto da geleira, o navio conseguiu se aproximar bastante, deu para ver muito bem. Se você ficar olhando para a geleira por tempo suficiente, possivelmente verá o fenômeno chamado “white thunder” (algo como trovão branco), que é quando uma parte do gelo se desprende da geleira e cai na água, parece um barulho de trovão mesmo!

dscn0174
Na foto dá para ver o gelo que acabou de se soltar, se dispersando na água.

Outra coisa legal de ver é que o gelo aqui tem uma cor azul, alguns até são de um azul bem forte, meio turquesa. Isso acontece porque esse gelo é um gelo mais denso, compactado ao longo do tempo, com uma estrutura diferente do gelo que estamos acostumados a ver, em função disso, ele absorve quase todas as cores do espectro, menos o azul, que é a cor que acabamos vendo! A água perto da geleira também tem uma cor diferente, bem azulada, porque ela está está misturada com sedimentos de rocha que deixam ela com essa cor.

dscn0113
Gelo azul! Essa foto não tem nenhum filtro!

Mais sobre a nossa viagem ao Alasca:

Destinos – Cruzeiro no Alasca

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Cruzeiro no Alasca – Tracy Arm

  1. Oi Lidia, a visita a Tracy Arm foi feita durante um cruzeiro de sete dias que saiu de Vancouver. Visitamos Tracy Arm no terceiro dia do cruzeiro. Acredito que não existam passeios que saiam de Vancouver só para ir até Tracy Arm e voltar.

    Curtir

  2. Olá, fiquei encantada com o passeio. É possivel fazer esse cruzeiro partindo de Vancouver? Qual a duração dele e tem algum site pra conseguir mais informações? Obrigada

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s